sexta-feira, 10 de junho de 2011

Brindemos! Tin-Tin!...




Brindemos à tristeza! À dor! À maldade! À desilusão! Ao sofrimento! Ao mau-humor...

Pois felizes são aqueles que nada disso sentem! Ou que sabem lutar contra ou não deixar se dominar por sentimentos tão humanos... Que insistem em nos lembrar que somos humanos fracos, falhos e sofredores! Por isso brindemos!

Felizes são as baratas, que têm sangue de barata! Eu sou apenas um humano qualquer, que corre sangue humano nas veias, que tem um coração que bombeia este sangue humano, e que dói quando sofre! E como sofre! E como dói!

Bestas são os que amam! Amar só a nossa família! Fora isso... terceiros... raro alguém merecer nosso amor!

Cansei de palavras de conforto...:

"O tempo cura!" Então me diga o nome da farmácia onde vende este tal tempo!

"Tenha amor próprio!" Tudo bem, eu me amo! Mas não tem como viver de auto-beijos, auto-carícias, auto-sexo, auto-conforto... Se alguém souber, me ensine! Ah, eu já sei conversar sozinho... se alguém precisar de aulas de "auto-conversa e auto-aconselhamento" podem me pedir!

"Tudo passa..." Claro! O ferro de passar passa! A uva passa! Menos o cobrador e o motorista, não é?

"Todos merecem ser felizes!" Ahnram! Tô vendo! To feliz pákrmba!

"Você é dez"... Eu sei...! dez-ajeitado, dez-arrumado, dez-viado, dez-equilibrado... Eu sei!

"Não fique assim!" ... Nada! Eu vou ficar assim não! Vou ficar assado, deve ser melhor do que ficar assim!

Vamos todos! Levantem suas taças e seus copos e vamos brindar! Vamos encher a cara de vergonha e de bebida! Talvez ajude no seu caso!

Vamos vibrar com as topadas que damos na vida! Dizem que a topada serve para nos levar para frente, não é? Só me expliquem depois o que os arranhões nas mãos e nos joelhos têm a ver com isso, certo?

Eu mesmo proponho dar um tapa na cara da vida! Para ela aprender que sabemos revidar os tapas que levamos dela! Só que com o olho roxo e inchado de tanto apanhar fica difícil acertar o alvo, concordam?

Vamos apertar o botãozinho do "F....-se"... Mas dá para alguém dizer onde está o botão? Até agora eu só achei o botão de efeito reverso!

E amanhã, quando eu acordar sem paciência, de mau humor, com dor de cabeça, com vontade de explodir... não me perguntem o que houve! Apenas brindem comigo a mais um dia que eu e você marcamos no calendário! Mais perto estamos do fim... da vida, da dor, do Planeta!

Viva ao dia 21-12-2012! Tomara que aqueles maias lá tenham acertado a data!

E não vou assinar nada não! Todo mundo sabe que sou eu quem faz as postagens! Ora droga! Tá ali em cima o meu nome! Quer plajear? RÁ! Plajeia! Duvido. Ninguém quer plajear o real... apenas o bonito! O que está nos moldes da beleza da sociedade... aí todo mundo copia, plajeia, repetem... aprendem... Continuem assim, sociedadezinha hipócrita! Assim vocês vão adiante! No caminho certo vocês estão! Indo para a ...! Sim, lá mesmo!

Ah! Amanhã eu me retrato com vocês. Ou não! 



*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 10/06/2011 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

Nenhum comentário:

Postar um comentário