terça-feira, 6 de outubro de 2009

GREVE DOS BANCÁRIOS... Cadê a imprensa???

- Reajuste salarial de 10% (o que significa aumento real de cerca de 6%).
- PLR de três salários mais R$ 3.850.
- Valorização dos pisos salariais - portaria: R$ 1.432,90 - escriturário: R$ 2.047,00- caixa: R$ 2.763,45- primeiro comissionado: R$ 3.447,80- primeiro gerente: R$ 4.605,73
- Plano de cargos salários em todos os bancos.
- Inclusão na Convenção Coletiva também da parte variável da remuneração.
- Tíquete-refeição: R$ 19,25.
- Cesta-alimentação: R$ 465 (um salário mínimo)
- 13ª cesta-alimentação
- Auxílio-creche/babá: R$ 465

(...)


Desde o último dia 24 de setembro a classe de bancários está em Greve! Em todo o Brasil! Mas você sabia disso? Sabe qual é a razão da greve? Já há mais de uma semana de greve, e seguindo para a segunda semana, e nenhuma notícia nos telejornais e imprensa em geral. Mal lemos uma nota no rodapé dos jornais impressos... Por quê??!!
Em todas as greves e movimentos sindicais a sociedade participava, se mobilizando de algum modo! A greve dos Correios, anterior à dos bancários, eu só soube que terminou porque vi um carteiro entregando as cartas, mas não sei como foi a greve, nem se conseguiram o que pediram...
E qual seria o motivo de estarmos lidando com tal descaso com essas luta que não são somente dos funcionários das empresas... mas é de toda sociedade. Tem que ser de toda a sociedade! Todos nós queremos um serviço bem prestado. E queremos também um reconhecimento justo pelo que fazemos! Então a dor dos carteiros, bem como a dos bancários não é só deles! É minha também, como cidadão que sou! E é sua!
Uma coisa que está me incomodando é justamente A IMPRENSA não estar falando NADA sobre isso! Será que este tipo de luta cairá também no descaso da sociedade??? Corrupção, ladroíce, desvio de verbas... diversos motivos escrachados e jogados na nossa cara, todo dia, em todas as esferas sociais... E mais uma luta está sendo sufocada por interesse de poucos...
Abramos os olhos para as coisas que ocorrem ao nosso redor e lutemos! Lutemos por uma sociedade melhor! Cobremos bons salários, justiça, segurança, respeito! Sejamos críticos!!! A Luta de hoje é a vitória de amanhã! Cobremos da imprensa as informações reais, justas e verdadeiras! Todos merecemos estar cientes do que está acontecendo!

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 06/10/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Quanto custa um vazamento...


Todos sabemos que neste fim-de-semana, dias 3 e 4 de outubro, cerca de 4,1 milhões de candidatos fariam as provas do Exame Nacional de Ensino Médio, o ENEM, que neste ano será usado pela primeira vez por muitas universidades em todo Brasil como único sistema de avaliação para entrada nas universidades federais e estaduais de todo o país.

Na madrugada do último dia 1 de outubro tivemos a notícia da decisão do ministro da educação, Fernando Haddad, do cancelamento das provas do ENEM programadas desde o início do ano, em virtude do vazamento das provas e da proposta de venda delas para um jornal de São Paulo, pelo valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais)!

Esta decisão atinge não somente os candidatos e as universidades e cursinhos preparatórios, mas toda a sociedade, que se é obrigada a sofrer essa vergonha e se vê vítima da tentativa no velho "jeito brasileiro" de conseguir as coisas nesse infeliz famoso "vício cultural". Enquanto nós, cidadãos brasileiros, não tomarmos consciência do valor incomensurável da dignidade, da sinceridade, da moral, da vitória pela luta e pelo suor da própria testa, isto continuará a nos afetar sem medidas! Esta decisão provocada pela "esperteza" de uns poucos, de suspender as provas e reimprimi-las, reformular as questoes, etc.. vai custar aos cofres públicos R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais)!

A decisão do ministro foi acertada, no sentido de evitar que um concurso fraudado seguisse adiante... e que milhares de estudantes que passaram o ano se preparando, participassem injustamente de uma disputa em que alguns poucos tiveram acesso às provas dias antes, por fontes bandidas que ainda estão sendo investigadas pela Policia Federal, para saber como essas provas vazaram e de onde e por quem...
Seria um golpe para tentar manchar o Ministério? Seria uma fonte de dentro do Ministério que estaria descontente com algo (talvez o salário...quem sabe?) e gostaria de antecipar a sua aposentadoria com meio milhão de reais? Algum funcionário da gráfica onde foram impressas as provas? Seja quem tiver sido, que veja abaixo o cálculo do prejuízo que causou aos cofres públicos, em sua pequeninice vaidosa de querer ser mais esperto que todos, e usar o seu "jeitinho". Veja qual o preço que esse vazamento custou ao Brasil, a toda a sociedade...


Texto: Flávio Augusto

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 02/10/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ansiedade... falando sério!


Ansiedade, ânsia ou nervosismo é uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração etc.
Esses dois aspectos, tanto a ansiedade quanto o medo, não surgem na vida da pessoa por uma escolha. Acredita-se que vivências interpessoais e problemas na primeira infância possam ser importantes causas desses sintomas. Além disso, existem causas biológicas como anormalidades químicas no cérebro ou distúrbios hormonais. Ansiedade é um estado emocional que se adquire como consequência de algum ato.
Todas as pessoas podem sentir ansiedade, principalmente com a vida atribulada atual. A ansiedade acaba tornando-se constante na vida de muitas pessoas. Dependendo do grau ou da frequência, pode se tornar patológica e acarretar muitos problemas posteriores, como o transtorno da ansiedada. Portanto, nem sempre é patológica.

Ter ansiedade ou sofrer desse mal faz com que a pessoa perca uma boa parte da sua auto-estima, ou seja, ela deixa de fazer certas coisas porque se julga ser incapaz de realizá-las. Dessa forma, o termo ansiedade está de certa forma ligado à palavra medo, sendo assim a pessoa passa a ter medo de errar quando da realização de diferentes tarefas, sem mesmo chegar a tentar.
As pessoas ansiosas têm um vasto número de sintomas. Muitos resultam de um aumento da estimulação do sistema nervoso vegetativo ou autónomo, que controla o reflexo ataque-fuga. Outros são somatizações, ou seja, os doentes convertem a ansiedade em problemas fisicos, incluindo dores de cabeça, distúrbios intestinais e tensão muscular.

Cerca de metade das pessoas com ansiedade sofrem principalmente de sintomas físicos, normalmente localizados nos intestinos e no peito. Conforme a sintomatologia, a ansiedade pode ser classificada em vários transtornos, mas sempre quando há um grau patológico, definido como aquele que causa interferência nas atividades normais do indivíduo.
Sintomas:
Fadiga, Insônia, Falta de ar ou sensação de sufoco, picadas nas mãos e pés, confusão, instabilidade ou sensação de desmaio, dores no peito e palpitações, afrontamentos, arrepios, suores, frio, mãos úmidas, boca seca, contrações ou tremores incontroláveis, tensão muscular, dores, necessidade urgente de defecar ou urinar, dificuldade em engolir, sensação de ter um 'nó' na garganta, dificuldades para relaxar, dificuldades para dormir, leve tontura ou vertigem, vômitos incontroláveis.
Tratamento:
O tratamento é feito com psicoterapia e medicamentos, dentre os quais ansiolíticos e antidepressivos.
(fonte: wikipédia. texto na íntegra)

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 21/08/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

Ansiedade....Relato da vida real...


Rapaz.... ansiedade...!!! Ô coisinha ruim, meu Deus!!!
Se já não bastasse não conseguir dormir cedo, por causa da ansiedade, agora acordo eu duas horas depois de dormir..., com medo de estar atrasado´pra danada da viagem!!!
AAAAaaaaaaaaaaaaaaaaarri éeeeeeeeeeegua hômi!!!! Isso é ruim demaaaaaais!!! Sai de mim, peste! Quero tu mais não! Quero ser ansioso mais não! Gosto desta brincadeira não!
Meu remedinho tarja preta eu já tomei... mas eu bem que sabia que a dosagem mais baixa ... bom, ela seria a mais baixa dosagem pra eu tomar! Mas a doutora disse 'Nãao! Você tem que cuidar disso sem remédio! É só uma ajudinha...' ... Mas rapaz, me diga mermo.... o que é um espirro pra quem está gripado? Vai passar remédio? Passa logo um que faça efeito, né? Agora fico eu aqui escrevendo coisa no blog, quase 4h da manhã, quando na verdade às 6h eu acordar estaria de ótimo tamanho...
Ah peeeeeste...!!!
:)
Flávio Augusto

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 21/08/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

domingo, 16 de agosto de 2009

Manual... Parte 2.2


-Quando está com mal-estar, normalmente fica em silêncio e parado! Dificilmente irá falar que está enjoado, tonto ou com alguma dor! Os poucos indícios são: a palidez; o suor frio; o silêncio; sua mandíbula travada; seus lábios brancos; e se for muito sério... as lágrimas nos olhos, o olhar de angústia, e o iminente som do baque seco no chão!

-Se ele estiver te visitando, você nunca ouvirá ele dizer que está com fome! No máximo ele pedirá água! Então, se quer "agradar"... já chegue com o prato e entregue-o!

-Se ele estiver suado e negar a você um abraço ou um beijo, não entenda mal! Depois de tomar um banho ele te recompensará por esperar pela volta... dessa vez, limpo e cheiroso!

-Para conseguir sua atenção é simples: escute-o! Porém, se ele não quiser falar, deixe-o quieto! Não insista, pois isso irrita!

-Evite conseguir desprezo por parte dele! O "retorno" é mais difícil, e provavelmente não haverá volta! Caso perceba logo que cometeu algum vacilo, deixe a poeira baixar e peça
sinceras desculpas.
Mas atenção: NÃO REPITA O VACILO! Ao invés de 'zerar' os aborrecimentos, eles serão somados!

-Valoriza a PALAVRA da pessoa, e 'sela' contratos com as promessas! Então se você prometer algo, então cumpra! Ele fará de tudo para cumprir o que te prometeu, e principalmente se ele falar "você tem a minha palavra!". Lembre-se: "uma promessa feita é uma dívida não paga!"


Bem, acho que é isso... Ficamos por aqui neste manual. O resto só poderá ser descoberto aos poucos, conhecendo de perto! Mas essas duas partes dá uma boa idéia de como sou!

Até a próxima!

Flávio Augusto.

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 16/08/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

Manual do Usuário - Parte 2.1


Começando pela parte mais óbvia e evidente desta segunda parte: Atrasado! Desculpem pela demora para a parte DOIS do Manual!

Sigamos adiante, então, com informações de "Como proceder..."

-Em caso de ele estar irritado: não o provoque com perguntas insistentes para que o motivo da irritação seja revelado! Se a irritação for com você, então logo saberá! Se não for, deixe-o quieto por um instante, e depois, com jeito, saiba perguntar o que houve.

-Nunca ria das suas idéias! Ninguém gosta que suas idéias sejam ridicularizadas! Ao invés disso, tente entender melhor sua proposta, e caso ela seja mesmo muito ruim, tente sugerir algo melhor (caso você tenha algo melhor em mente para sugerir). Se ele não aceitar, deixe quieto. Ele refletirá sozinho sobre isto depois.

-Surpreenda-o com carinhos espontâneos, com gestos simples! Verá como é fácil agradá-lo! Caso te "cobre" carinhos, apenas está indicando que precisa de cafuné e massagem no ego (Como todo mundo precisa)! Não tem que ser imediatamente após o aviso, mas retribua os carinhos que ele dá a você!

-Aproxime-se com cuidado. Não fique sufocando, cobrando, insistindo direto... Este movimento provoca evasão, fuga!

-Não provoque a saída e o distanciamento dele, pois mesmo ele querendo ficar perto, quando se sente rejeitado, segue e vai embora! Quando você notar, ele já estará longe demais para retornar. Se este é o objetivo (distanciá-lo), parabéns! Você obteve êxito.

-Apresenta um instinto paterno-protetor, portanto se ele cuida de você... isto é ótimo! Mas não tente se aproveitar deste cuidado. Nunca!

-Se em algum momento ele permanecer inerte, imóvel... então quem precisa de cuidados é ele! Cheque os sinais que ele está apresentando, e pergunte como ele está se sentindo (física, psicológica e emocionalmente)!
(continua...)

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 16/08/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Manual do Usuário - Parte 1


Sabe quantas vezes você já pensou "como seria bom se eu entendesse a cabeça de tal pessoa...", ou traduzindo... "cadê o manual do usuário dessa pessoa?"... ?


Pois é pensando nisto que apresento a vocês um improviso do meu manual. Isso! O MEU Manual! Pra isso vou dividir em capitulos, em partes. Cada uma bem estudada, e na tentativa de um sucesso no auto-conhecimento, dividindo com os leitores mais um pouco sobre mim...


Segue agora, a parte um do meu manual.



PARTE UM - APRESENTAÇÃO DO PRODUTO


Chato, abusado;

Fala besteiras, diz coisas sem pensar, mas nunca com a intenção de machucar os outros;

Tímido, na maioria das vezes, mas tem seus momentos de ousadia!;

Tem mania de achar que as pessoas podem saber o que se passa em sua mente, e por isso vive falando as coisas "pela metade";

Tenta fazer de conta que não está mal, mesmo estando, o que dificulta muito as pessoas de saberem o que se passa e como se sente;

Se entrega demais às pessoas, às amizades e aos relacionamentos. É companheiro, carinhoso, leal e fiel aos seus sentimentos (e acaba pagando por ser assim);

Tenta sempre ser compreensivo;

Às vezes aparenta estar distante, mas na verdade está tentando ver a melhor saída para os problemas;

Calculista;

Muitas vezes faz "cara de brisa", "cara de paisagem", mas sua cabeça está fervilhando;

Maduro, para sua idade (mas tem seus momentos de infantilidade);

Perspicaz;

Emotivo e racional, tentando equilibrar as duas coisas;

Brincalhão e bobalhão (bastante), sempre divertido e engraçado;

Perfeccionista, detalhista, metódico;

Paciente (mas paciência tem limite!);

Insistente;

Corajoso;

Íntegro;

Nômade e aventureiro;

Bravo;

Curioso;

Ansioso;

Bipolar;

Imperfeito, em mudança constante, buscando o autoconhecimento.

Aguardem! Em breve, o Capítulo DOIS

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 16/07/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

domingo, 17 de maio de 2009

Um pedaço da minha aventura nos EUA (parte 2)


Finalizando a aventura no Norte-Nordeste dos EUA, já sem ter reserva financeira alguma, entrei em contato com um cara que estava morando em Coral Gables, Miami, FL. Ele era pai de uma menina que havia estudado comigo aqui em Recife, e que fiquei sabendo que morava lá. Ele já era legalizado e quase naturalizado americano. Ele pagou a uma mulher para casar-se com ele, e depois de um certo tempo, conseguiu a legalização. Esse cara me ajudou bastante enquanto eu estava em Miami. O único problema de Miami é que é o "Brasil e toda a Cuba" dentro dos EUA. Fora que como é alvo de imigrantes, a cidade termina tornando-se expansiva e paga-se pouco lá pelos serviços que os imigrantes fazem... para ter uma idéia, uma hora de um pintor de parede em Boston valia cerca de US$20, enquanto uma hora desse mesmo pintor valeria cerca de US$7 a US$8 em Miami. E o custo de vida lá não é assim tão diferente...

Lá na Flórida eu trabalhei com esse cara que me ajudou, instalando mármore, piso, derrubando parede e as reerguendo, instalando diversas coisas, pintando, corrigindo defeitos em geral dos apartamentos de um edifício de luxo em Coconut Grove, orla de Miami, FL... foi lá, enquanto eu refazia um teto, mudando do tipo "popcorn" para "flat", que quase eu perco meu dedo passando uma 'Makita' de disco de diamante, que serve para cortar aço, acidentalmente no meu indicador esquerdo! Graças a Deus (sempre) foi somente uma pequena parte do disco que entrou no dedo, e não foi preciso levar ponto nem fazer nada. Hoje restam a cicatriz e a lembrança.
Foi lá em Coral Gables que eu comecei a ver que todo o meu planejamento feito aqui no Brasil, baseado no 'sonho americano', estava caindo por terra... Eu chegara num ponto em que foi preciso escolher entre continuar lá do jeito que estava, e arriscar ser jogado de volta pro Brasil sem nada (até porque eu não tinha nada!), ou voltar para o Brasil naquele momento e tentar aproveitar o inglês que aprendi lá e a minha vivência no exterior, minha experiência lá fora, para trabalhar aqui. E foi isso que eu escolhi! Como sabe-se, temos que respeitar nossos limites, e eu já estava extrapolando os meus, e muito!
Graças a Deus, estou eu hoje aqui contando essa história e dividindo com meus amigos não somente as coisas boas, como também essas situações que sempre nos fazem crescer de algum modo!
Mas lá não foi somente choro e desprazer não! Existem lembranças boas, o lado positivo. Porém isso eu deixo para contar noutra ocasião, pois este post já ficou longo pra caramba!

hehehe...


*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 17/05/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

sábado, 16 de maio de 2009

Um pedaço da minha aventura nos EUA (parte 1)


Com apenas 19 anos me mandei para os Estados Unidos! Era complicado na época pois eu era muito novo, e isso era um fator que pesava negativamente na hora da entrada no país, pois a imigração norte-americana provavelmente entenderia que eu, entrando no país com "dois panos mijados enrolados num cabo de madeira" (como nós vemos nos desenhos animados, sabe!), certamente iria ficar de vez por lá! Era necessário bolar um plano para despistá-los! Foi aí que surgiu, com meu pai, a idéia de virar um fã de Elvis Presley, e entrar naquele país como milhares de fãs fazem em épocas de janeiro e agosto todos os anos! Só que eles voltam! E eu não voltaria... nunca mais!

Bom, depois de conseguir me passar por fã de Elvis, deixando costeleta crescer; viajar no mesmo período da viagem de excursão em memória pela morte de Elvis, com passagens do vôo doméstico para o trecho Atlanta-Memphis-Atlanta compradas e prontas, para compor o personagem; de chegar usando uma camisa com uma foto enorme de Elvis estampada no peito...; após ter perdido a bagagem; viajar 2 dias de ônibus sem conhecer nada por lá... enfim, cheguei em Mobile, no Alabama! Nesse período eu fiquei trabalhando em um restaurante chamado "The Outrigger" e fazia o serviço de limpeza das mesas (acho que é por isso que eu ainda hoje, quando sento à mesa em um restaurante, bar, boteco, etc, fico limpando). O problema é que esse período era época de furacões, tornados, tufões, e com o Restaurante à beira-mar, ninguém gostaria de ser levado pelo tornado, mesmo que estivesse dentro do Restaurante, né? O movimento caiu bruscamente. A coisa apertou. Resolvi pedir à brasileira que "agenciava" essa turma de brasileiros que chegava lá procurando emprego, que me colocasse em outro trabalho, para aumentar a minha renda. A partir daí, comecei a trabalhar e morar em Martin, interior do Tenneessee, e quando estava lá começou o inverno rigoroso.

A brasileira que agenciava os imigrantes, começou a "errar" na contabilidade na hora de pagar aos funcionários. Eu, recém-formado em Técnico em Administração, com todas as técnicas de contabilidade e administração financeira ainda fresquinhas na memória, percebi o "equívoco" e informei aos colegas que também trabalhavam para ela. Ela, sabendo disto, fui demitido... A partir daí tive que me virar sozinho. Nesse meio tempo, conheci outra brasileira imigrante que estava morando em Newark, Nova Jersey. Na época que eu a conheci, ela me falou que os empregos e oportunidades lá choviam! Se realmente choviam eu não sei, só sei que quando eu cheguei lá não tinha mais oportunidade nenhuma para trabalho, pois todas as construções ficaram paradas, por causa da frieza, as madeiras ficam inchadas devido a umidade, enfim... a "chuva" tinha estiado! Eu até consegui ser ajudante de encanador por um dia... mas não dava certo... Visualize: o cara era espanhol tentando falar inglês, e eu não sabia o nome das peças de hidráulica, encanamentos, etc...quando o cara me pedia um "cotovelo" (conhecido também por "joelho") eu não entendia o "embromation" dele com aquele sotaque tosco! Não teve jeito!

Neste período em Newark, indo algumas vezes tentar algo também em Nova Iorque, a grana foi acabando... cheguei a ficar lá cerca de 10 dias, e creio que foi o momento mais difícil! Eu lembro que passei dias comendo somente um cereal feito de arroz, com leite. Eu acordava tarde e ia dormir cedo, para comer somente uma vez por dia! Eu colocava esse cereal numa xicara com leite e esperava inchar, para dar a sensação de estufamento no estômago e eu não ficar com fome! Eu choraaaava feito um abestalhado... todo enrolado num lençol, com um frio de rachar! Estava tão frio que, pelo que me disseram, não havia nevado ainda pois era necessário que estivesse menos frio para que a neve caisse...! Em uma noite lá, graças a Deus, um colega peruano, se não me engano, apelidado de Güino, me pagou um meio-galeto. Não sei como ele ficou sabendo que eu estava com fome, porque a gente mal se falava! Só tendo sido Deus tocando no coração dele! Sou e sempre serei grato por isso! Noutro momento um colega meu egipcio convidou a mim e a duas outras brasileiras que moravam na mesma pensão, para jantarmos. Fora isso, eu entrava em um rodízio sem balança, de comida chinesa e japonesa, e me empanturrava, porque aquela seria a minha única refeição do dia!

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 16/05/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

domingo, 29 de março de 2009

"Necessidade de Justiça", "Utopia", "Redundância do Direito Civil", "Evolução", "Aberração", "Desrespeito" ... ??? Qual sua opinião?

(Projeto de Lei da União Civil Estável entre pessoas do mesmo sexo)
Câmara dos Deputados

Projeto de Lei nº 4.914 de 2009.
(Dos Srs. e Sras., Deputado José Genoino; Deputada Raquel Teixeira; Deputada Manuela D’Ávila; Deputada Maria Helena; Deputado Celso Russomanno; Deputado Ivan Valente; Deputado Fernando Gabeira; Deputado Arnaldo Faria de Sá; Deputada Solange Amaral; Deputada Marina Maggessi; Deputado Colbert Martins; Deputado Paulo Rubem)
Altera a Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil.O Congresso Nacional decreta:Art. 1º - Esta lei acrescenta disposições à Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002 – Código Civil, relativas à união estável de pessoas do mesmo sexo.

Art. 2º - Acrescenta o seguinte art. 1.727 A, à Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002, Código Civil.
“Art. nº 1.727 A - São aplicáveis os artigos anteriores do presente Título, com exceção do artigo 1.726, às relações entre pessoas do mesmo sexo, garantidos os direitos e deveres decorrentes.”
Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Justificação
Os relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, denominados pela jurisprudência de homoafetivos, são uma realidade jurídica que têm contornos cada vez mais nítidos no Brasil.
Em vista da ausência de norma legal elaborada pelo Legislativo, o cidadão procura em outro Poder da República – no caso, o Judiciário - a necessária concretização de um dos seus Direitos da Pessoa Humana, ou seja, ter reconhecido o seu direito inalienável a se relacionar afetivamente e que este relacionamento gere efeitos jurídicos próprios, decorrentes de seu reconhecimento legal ou judicial.
A ausência de regulamentação do fato social em questão, a União Homoafetiva, induz a uma “fuga” de direitos e deveres que são próprios e característicos dos relacionamentos afetivos como, por exemplo, na conjunção de esforços para a construção do relacionamento, que atualmente não gera obrigações e deveres, muito menos direitos para qualquer dos envolvidos e/ou terceiros.
A omissão legislativa gera profunda perplexidade no tecido social, sendo esta cotidianamente resolvida por via Judicial.
Países de todos os continentes têm se debruçado na matéria e produzido regulamentações positivas sobre o tema, incluindo nossos vizinhos da América Latina, motivo pelo qual não há mais condições objetivas para que o assunto não seja pautado e votado no Congresso Nacional.
A proposta descrita regula os direitos e contempla os deveres e as obrigações mútuas dos que se relacionam homoafetivamente, na base do imperativo constitucional da igualdade e do tratamento isonômico; excetuando o contido no artigo que refere ao casamento (Art. 1726).
A presente matéria não contém inconstitucionalidade, nem injuridicidade, pois está apenas normatizando a vasta jurisprudência acumulada nos Tribunais, que têm entendido a aplicação da analogia e da equidade como a melhor forma de preencher o vácuo legal sobre o tema.
Não há criação de novo Instituto Legal, sendo reconhecida no ordenamento normativo da mesma forma como já reconhecida no repertório jurisprudencial, sendo tratada como uma União Estável para todos os fins de Direito.
A presente proposta legislativa carece de normas regulamentadoras posteriores à aprovação da matéria, posto que esta seja regulada pelas normas já existentes, capituladas no Código Civil e/ou em normas esparsas, de entendimento consolidado e continuado nos Tribunais.

Sala das Sessões, em, 11 de março de 2009.

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 29/03/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

sexta-feira, 27 de março de 2009

Alerta! Bebam água!

Amigos, todos nós sabemos que o organismo necessita de água para viver. Sabemos que a água é o solvente universal. Sabemos que existe água potável, e a imprópria para o consumo. Sabemos que precisamos economizar a água do planeta...

Mas nós não sabemos o que a falta deste líquido precioso no organismo pode nos acarretar...

Muitos já ouviram falar em "cálculo renal", ou mais popularmente chamado de "pedra no rim". Alguns já sofreram com uma crise deste mal, outros tem alguem na família que sofre com isso...
Mas o que é exatamente esse cálculo? Essa "pedra"?

É isto o que eu irei explicar a vocês agora!

O cálculo renal é proveniente do acúmulo de certas substâncias, como o oxalato de cálcio ou fosfato, nos rins. Em alguns casos, quando ingere-se pouco líquido (sobretudo a água) estamos deixando os nossos rins com pouco "solvente" para filtrar os diversos metabólitos do nosso organismo. Algumas pessoas têm dificuldade para que seus rins trabalhem normalmente e eles terminam por acumular diversas substancias, que deveriam ser expelidas pela urina. Quem tem casos na família está mais propenso a apresentar este mal. Com o acúmulo dessas substâncias nos rins surgem as chamadas "pedras".

A crise dá-se por uma dor intensa, que começa quando o cálculo move-se dentro do trato urinário, na tentativa de ser expelida. Essa movimentação causa obstrução e irritação. Quando o cálculo é grande demais ocorre hemorragia, e a urina apresenta-se escurecida, turva. Em alguns casos, a crise pode vir acompanhada de palpitações, náuseas e vômito. Se a pessoa tem febre e calafrio, pode indicar também a presença de uma infecção urinária.

Não existe apenas uma única causa para o aparecimento das pedras. Pode ser por má alimentação, ou fator genético, por hipercalcemia, ou mesmo por influência do fator climático (em lugares com clima quente, pode ocasionar a desidratação e contribuir para o surgimento dos cálculos).

Uma pessoa que teve cálculo renal, está susceptível à reincidência. Na maior parte dos casos, o cálculo volta a aparecer. Deve-se ficar vigilante, e sempre atento ao consumo de no mínimo 2 a 3 litros de água por dia! E ao menor sinal de incômodo ou desconforto nas vias urinárias, procure imediatamente seu médico.

Lembre-se: São apenas 2 a 3 litros de água por dia! Quem nunca teve cálculo renal, permaneça cuidando pra não ter! E quem já teve, redobre seu cuidado! Você sabe como é ruim a crise renal!
Cuide-se! A prevenção do aparecimento de cálculos é para a vida toda!

EXPERIÊNCIA PESSOAL:
Galera, vou contar pra vocês um novo episódio da minha vida...
"Há cerca de uma semana comecei a apresentar um pequeno incômodo na hora de urinar. Era uma sensação como se a uretra estivesse entupida!
Na última quarta-feira (25-03-09), o incômodo aumentou, e resolvi procurar a emergência de um Hospital próximo. Lá no hospital foi feita uma Ultrassonografia, e um exame de urina.
Através da ultrasson foi verificado que havia uma coleção de cálculos nos dois rins, e meu rim apresentava-se aumentado de tamanho. No sumário indicou a presença de sangue na urina! Eu já estava com hemorragia, e não sabia! Segundo a médica que me atendeu, caso eu não retirasse imediatamente o cálculo que estava impactado no ureter, perderia o rim direito inteiro!
Imediatamente fui levado de ambulância para uma Unidade maior do mesmo Hospital, onde fica a parte de Urologia da rede de médicos, e onde também, em menos de 12h, eu estaria sendo submetido a uma cirurgia para retirada deste cálculo, na tentativa de desobstruir o canal!
Após a cirurgia, fiquei com um catéter para ajudar na recuperação, mas que doía e incomodava muito.
Dentre os remédios que aplicaram no soro para passar a dor, injetaram um medicamento que provocou uma reação alérgica, causando choque anafilático. Graças a Deus foram prestados os socorros a tempo, e não foi necessária a remoção para o CTI, além de evitar sequelas, e até mesmo a morte!
Hoje, dia 27-03-09, tive alta do Hospital, com o ureter ainda dolorido mas com o canal desobstruído. E VIVO! E ainda com meu rim funcionando." (Flávio Augusto)
Pois é... este é o recado, o apelo, que gostaria de fazer a todos que lerem esta postagem! Cuidem-se, bebam água! Procurem ter uma vida saudável! E sobretudo, nunca sejam negligentes com sua saúde, pois só sabe o valor que ela tem, quem a perde! Pensem nisso!

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 27/03/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Como homens e mulheres reagem às situações e momentos de stress...(Revista IstoÉ)

Este texto é importante para que homens e mulheres entendam um pouco mais sobre as diferenças de atitudes diante de situações estressantes...


HOMENS –
1- No cérebro, há maior atividade no córtex pré-frontal. A área é associada à razão e à resposta conhecida como "fight-or-flight" (lutar ou "voar", no sentido de escapar/esquecer)


2- Em caso de stress agudo -ser vítima de um assalto, por exemplo-, a testosterona, o hormônio responsável pelas características masculinas, sobe. Isso aumenta a agressividade.

3- Por sua vez, o stress crônico – causado pelo desgaste do dia-a-dia – derruba os níveis do hormônio. O resultado é elevação da irritabilidade, impaciência, maior risco para depressão e queda na libido.


MULHERES -
1- A parte do cérebro mais acionada é o sistema límbico, onde as emoções são processadas. A ativção da estrutura se dá por mais tempo e de forma mais intensa do que a que acontece nos homens, no córtex pré-frontal.


2- Há quedas nos níveis de estrogeno, hormônio das características femininas. Por causa disso, pode diminuir o ritmo de formação de células ósseas. Também deixa a mulher menos atraente aos olhos dos homens.


3- Cai também a taxa de serotonina, substância envolvida em processos cerebrais responsáveis pelo humor e controle da dor. As consequencias podem ser irritabilidade, mais chance de depressão e maior vulnerabilidade à dor.


COMO REAGEM:

ELES – Resolvem o problema com a razão; Se não puderem solucioná-lo no momento, acionam o sistema de fuga, ou seja, deixam-no de lado e conseguem relaxar (em outras palavras, ligam o botão do f....-se!) ; e Preferem não falar no assunto.

ELAS – Tendem a considerar os problemas mais estressantes do que realmente são; A mistura com as emoções dificulta a tomada de uma decisão; Precisam falar e tem dificuldade para esquecer o problema. Mesmo tentando relaxar, elas não conseguem.

O QUE ESTRESSA....

A ELES – Dificuldades financeiras; Obstáculos no trabalho.

A ELAS – Morte de familiares; Questões de saúde.



TRÉGUA NOS ATRITOS


ATITUDES QUE PODEM SER TOMADAS PARA DIMINUIR O STRESS DO OUTRO E EVITAR MAL-ENTENDIDOS:

-A mulher deve deixar claro o que deseja. Se quer ajuda para lavar a louça, peça.

-Um homem jamais deve insinuar que a mulher está exagerando na avaliação do problema. Isso só vai irritá-la ainda mais.

-Se ele escolhe ficar calado, não insista.

-É bobagem ficar nervosa quando ele simplesmente não entende porque as mulheres não conseguem esquecer o problema e relaxar. De fato, ele não entende isso.

-Quando um homem interrompe a descrição de uma situação, feita pela mulher, e rapidamente sugere o que fazer, isso não é sinal só de impaciência. Ele é capaz de processar logo, e racionalmente, uma solução.



(Texto retirado e adaptado da Revista IstoÉ Set/08 - nº 2029; pags 86 e 87. "Diferentes até no stress")

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 06/02/2009 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*