segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Janela de pensamentos


Estava perdido com meus botões, divagando sobre a vida, quando de repente entrou voando por minha janela de pensamentos um pardal sacana, dizendo:



"- Ei! Por quê você não vai namorar uma puta? Vai ficar aí sozinho?"

A princípio fiquei ofendido com a ideia: "uma puta?!"... Mas parei um pouco, pensei e respondi:

"É verdade! Uma puta não seria tão mal... Não me daria trabalho, não ficaria no meu pé o tempo inteiro, não teria cobranças, sem problemas com TPM, sem crises de ciúmes..."

E o pardalzinho safado falou:

"Então, o que está esperando? Ruma pela noite e voa livre, Caxias... Tenha todas as que você quiser! Garanto que o preço que você irá pagar por ela sairá mais barato do que uma namorada, no final das contas..."

Aí foi nessa hora... quando ouvi o verbo "pagar", que eu me lembrei do "detalhe" que estava deixando passar! Voltei então ao pardal, para dizer:

"Uma puta?! Saiba você que por uma puta eu já me apaixonei. Com uma puta eu já namorei. Quem sabe até já casei...! Agora vens tu sugerir a mim que tenha mais uma puta? Não! Puta não! Agora o que eu quero é ser feliz! Sem puta, e sem as filhas dela!"

E expulsei, batendo a janela no bico daquele pardal filho de rapariga que queria tirar o sossego da minha vida de solteiro, tranquila!



Flávio Guto

Nenhum comentário:

Postar um comentário