terça-feira, 6 de dezembro de 2011

"Keplerianos! Levem-me ao seu líder!"


Ontem foi anunciado pela Agência Espacial Norte Americana, a NASA, a descoberta de um planeta com possíveis condições de vida, semelhante à Terra! O planeta é o Kepler-22B e ganhou este nome por ter sido descoberto através do telescópio de alta tecnologia de nome "Kepler".

O planeta tem cerca de 3 a 4 vezes o tamanho da Terra e a sua distância até nós é de 600 anos-luz! Isto quer dizer que se nós fossemos até lá viajando na velocidade da luz (299.792.458 m/s ou 1.079.252.848,80 km/h) nós demoraríamos 600 anos para chegar nele! É uma viagem e tanto! E haja cruzadinha para fazer durante a viagem!...

Mas algumas coisas me deixaram curioso...: se realmente existir vida por lá, e se eles tiverem aparência humanóide, ou seja, que se pareçam conosco... qual seria a língua que eles falam? Como eles escrevem? Como eles chamam o planeta deles? Será que os "keplerianos" sabem da nossa existência? O que eles pensariam ao chegar aqui e verem como está o nosso planeta e o que estamos fazendo uns com os outros? E se é para "viajar na maionese", vamos mergulhar de cabeça! Se os cientistas dizem que o aparecimento dos primeiros hominídeos aqui na Terra foi aproximadamente 1,5 milhão de anos e considerando que nosso planeta existe há mais ou menos 4,5 bilhões de anos (até que se prove o contrário)... qual o planeta, e a população mais antiga? Eles ou nós? Seria a Terra o "planeta-filho" daquele lá? Seria possível que aquela civilização sendo mais antiga, fosse também mais evoluída, e vieram até nós para fazer do nosso planeta um possível "refúgio" para eles? Surgiu esta ideia de fazermos isto com o planeta nosso vizinho, Marte! Seria possível esta ideia já ter existido antes, e teria ela obtido sucesso... resultando em nós?

Bom... estas e muitas outras perguntas surgirão ainda... resta saber quem viverá para saber as respostas!

Flávio Augusto Albuquerque

*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 06/12/2011 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*