quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Apenas Recordações

Lembro com saudades do meu tempo de infância.
Tempo em que a única obrigação era colar grãos de arroz na letra "A",
e fazer o "zigzag" nas linhas pontilhadas;

Tempo em que as "tarefas de casa" podiam ser feitas na escola mesmo, enquanto escrevia o enunciado!
Tempo de ditados, de tabuadas, de carimbos com personagens da Disney para colorir, no caderno...

Reconheço que não sou da época em que diversão mesmo era empinar pipas e jogar o pião no chão e trazer para a palma da mão... eu era mais da fase tecnológica! O que naqueles dias significava ter um ATARI, para jogar Enduro, Tarzan e o Jogo do Sapo, para fazê-lo atravessar a rua! Computadores... estes só vieram depois, na fase da adolescência, mas aí... já é outra história!

Bom, por outro lado, eu sou da época em que não existiam carros blindados, até por que não precisava de carros blindados, tempo que ninguém tinha seu celular roubado... até porque sequer existia celular! Ter telefone fixo já era um luxo. E todos viviam muito bem assim... coisa que hoje em dia, ficar sem o celular é quase a sentença de morte para alguns! E se demoramos para atender a ligação é, para nossos pais principalmente, por que fomos roubados ou estamos mortos! Triste violência a que vivemos atualmente!

Lembro de quando os programas infantis eram mesmo infantis! Lembro do Balão Mágico, do Trem da Alegria, da nave da Xuxa, do Programa da Mara Maravilha... Tempos em que dengue era só um ajudante de palco da Xuxa e o Praga era só uma tartaruga do tamanho de um anão... ou o contrário? Lembro da história do punhal no boneco do Fofão, e das velas pretas nas bonecas da Xuxa (nada comprovado até o momento, apenas rolava o boato); Lembro do Arapuã e do Arapinha; das Lojas Mesbla; Lembro do Cine Moderno e Cine Veneza, hoje em dia desativados.

Lembro da época de inocência, do primeiro dente de leite que caiu, de espreitar pela janela na Noite de Natal, para ver com quem parecia o Papai Noel..., e de me preocupar por minha casa não ter chaminé! O velho Noel seria obrigado a passar pela grade da janela do meu quarto. E o mais impressionante é que ele sempre "passava"! Era incrível para mim na época! Até o momento de descobrir bem precoce a verdade sobre o "Papai Noel..." era só retirar a parte do Noel, e o mistério estava desvendado!

Lembro de quando subíamos na ônibus pela porta detrás; Lembro dos mimos da minha avó, eu estando doente ou não; Lembro dos meus desenhos favoritos, e de detalhes... do personagem "Geninho", da She-Ra, que sempre se escondia no meio de alguma cena, para descobrirmos no final em qual parte da cena ele estava; Lembro da canção cantada por "Gorpo" e sua namorada, e que sempre o bem vencia o mal e espantava o temporal... Lembro também que nunca entendi por quê os dois irmãos (She-Ra e He-Man) foram separados ainda bebês, e por que o Principe Adam era branco, e o He-Man era bronzeado, se eram a mesma pessoa. Lembro de Lion, dos Thundercats, e da espada justiceira que dava a ele uma "visão além do alcance"; Lembro de Topo Gigio, dos Smurfs e do Malvado Gargamel; Do Popeye, que nunca casou com Olivia Palito; Lembro do "Capitão Caveeeeerna!"; De Alf, o ETeimoso, dos Muppet Babies... Ah tempos bons...!

Hoje posso rir dessas lembranças da infância e lembrar disto tudo com saudade, e agradeço a Deus por ter do que me lembrar e conseguir rir disto tudo, enquanto tantas crianças no mundo não têm e nem tiveram a chance de ter uma infância da qual se lembrar...

Também existem em minhas memórias coisas que não gosto de lembrar dessa fase! Estas eu prefiro que fiquem enterradas onde estão, mesmo considerando a importância, corresponsabilidade e de como elas influenciaram a eu ser hoje em dia a pessoa que sou, influenciou muitos dos meus conceitos, defeitos, virtudes e valores. Ainda assim prefiro não lembrar tais fatos, que me obrigaram a "ser gente" tão precocemente! Enfim... deixo aqueles tempos (bons ou ruins) para trás... hoje em dia, são apenas recordações!



Flávio Augusto Albuquerque.


*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 08/09/2011 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*

terça-feira, 6 de setembro de 2011

I n s ô n i a




A insônia é um distúrbio do sono caracterizado pela dificuldade em iniciar e/ou manter o sono e pela sensação de não ter um sono reparador durante pelo menos um mês causando prejuízo significativo em áreas importantes da vida do indivíduo. Do ponto de vista polissonográfico é acompanhada de alterações na indução, na continuidade e na estrutura do sono. Geralmente aparece no adulto jovem, é mais frequente na mulher e tem um desenvolvimento crônico. É o transtorno de sono mais comum, respondendo por cerca de 25% das buscas em clínicas especializadas em tratamento de problemas do sono. Cerca de metade dos pacientes com insônia também tem depressão.

Frequentemente o paciente com diagnóstico de insônia primária apresenta dificuldade para começar a dormir e acorda seguidamente durante a noite, sendo incomum uma queixa isolada de sono não reparador.

Classificação por tempo

Insônias transiente
As insônias de transiente ou de curta duração são as que duram de poucos dias até três semanas. Geralmente são causados por estresse grave ou persistente como preocupações com a saúde própria ou de familiares; luto ou perda substancial; problemas familiares, profissionais ou de relacionamentos.
Insônia intermitente
Caso os episódios de insônia ocorram de tempos em tempos, com períodos de sono regular e revigorante entre eles, passa a ser chamada de insônia intermitente.
Insônia crônica
As insônias de longa duração ou crônicas são as que duram mais de três semanas. Podem ser relacionadas a estresse contínuo, depressão, abuso de álcool ou drogas e hábitos inadequados para dormir, como o excesso de cafeína.

Tratamento

O tratamento é bastante amplo, englobando desde a modificação dos hábitos inadequados para dormir até o tratamento da causa da insônia com medicamentos antidepressivos nos casos de depressão; e outros medicamentos; e psicoterapia em alguns casos. É necessário buscar a causa da insônia para cada um. Na Medicina Chinesa existem há mais de 5 mil anos referências escritas ao tratamento da insónia. Desequilíbrios energéticos no yin e yang no fígado e no coração provocam distúrbios no sono, pelo que o tratamento da insónia passa pela correção, através de acupuntura, dessa desarmonia.

ENFIM, RESUMINDO: INSÔNIA É UM CHUTE NO SACO!!!!


Flávio Augusto Albuquerque.


*PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 06/09/2011 NO BLOG: http://flavioguto.blogspot.com*